terça-feira, 28 de setembro de 2010

Viciada


Aquele primeiro beijo naquele primeiro segundo juntos foi suficiente para meu corpo se sentir dependente, você é como uma piscina gelada em um dia quente e como brigadeiro, pipoca e filme em dia de inverno. Perfeito.
Quando você esta comigo, quando me abraça ou me chama de ‘amor’ vou alimentando meu vicio, deixando que ele comece a fazer parte de mim. E quando você se vai sinto-me como se a vontade de sorrir se isolasse em algum canto secreto do meu coração, me dizendo que só vai sair quando você voltar. Você é meu vicio e cada vez vai ficando mais forte, você é tudo o que eu preciso que pra um dia com chuva, prova de matemática, TPM e internet ruim seja suficiente pra ser marcado como um ‘bom dia’.
E sem você, tudo fica pior, sem sal. Porque você é minha dependência completa, minha classificação de ‘dia bom’ ou ‘dia ruim’. Se depender do seu sorriso pra sorrir é estar apaixonada então eu digo que estou.

Nenhum comentário: