sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Virar a pagina


Sempre chega um momento na vida em que você tem que deixar de lado aquela bicicleta velha que já nem te cabe mais, e que você continua andando, insistindo que se encontrar alguém que solde melhor a roda ela não cai mais, e depois assume que aquela é a melhor bicicleta que já teve na vida. Mas tua vida já acabou?. Inevitalmente você vai ter que deixá-la de lado, um dia.
E uma vez que fizer isso não tem como retornar, está acabado, não se pode retornar a pagina anterior do livro da vida.E se retornares não será como antes, será apenas uma imitação fajuta do que é progredir.
A pagina, daquele amor de infância que hoje só te faz sofrer e não ajuda em nada, e que um dia você percebe que tem de passar que o amor um dia tem que ir embora, que não vale a pena fingir que ama alguém cujo seu coração nem reage mais a ele, fica adormecido como sempre antes de você conhecê-lo. E então um dia você acorda mais leve, sem o tal do peso na consciência, e tu sabe, que daqui pra frente vai ser diferente talvez melhor, talvez pior, mas não se pode deixar de notar que alguma coisa mudou.
Há ainda aqueles que preferem virar uma nova pagina a cada dia, que se apaixonam a cada dia, que aprendem uma mania a cada dia, que descobrem um esporte novo a cada dia, que são uma pessoa a cada dia. E talvez algum dia descobrem uma pagina ao qual queiram viver pra sempre, ou talvez esta já tenha passado.
Só vivo pensando nas pequenas letras que ando escrevendo nos meus rascunhos imperfeitos da vida, só ando dizendo que não sei o que fazer, e nem pra onde ir, vivo interpretando mal os sentidos com que vêem falar comigo, e então me pergunto se não esta na hora de virar, de mudar de pagina, de tentar recomeçar a vida por um ponto perdido. Como resposta a essa pergunta eu digo que sim.

Um comentário:

@flaaviosilva disse...

Achei bem engraçado a escolha do nome do blog rsrs. Li alguns textos seus, vc escreve muuito bem. Obrigado por visitar e seguir meu blog, estou retribuindo a gentileza!